Dom Santiago, seja bem vindo!

O santo padre Papa Francisco tem nomeado o agostiniano recoleto frei Santiago Sánchez Sebastián novo bispo da Prelazia de Lábrea (Amazonas). Até agora desempenhava as responsabilidades de pároco da Paróquia de Santa Rita de Manaus (AM), prior da comunidade agostiniana recoleta do bairro manauara da Cachoeirinha e delegado da Província de São Nicolau de Tolentino para o Brasil.

A assessoria de imprensa da Santa Sé tem feito público às 12 horas da tarde de esta quarta 13 de abril a nomeação do novo bispo da Prelazia de Lábrea (AM, Brasil), responsabilidade que vai assumir o agostiniano recoleto Santiago Sánchez Sebastián.

Dom Santiago tem 58 anos de idade. Nascido em Cortes (Navarra, Espanha), viveu os primeiros anos de vida no seio de sua família, formada pelos seus pais Julián e Lucía e mais dois irmãos.

Muito novo se fez seminarista no Colégio Apostólico dos Agostinianos Recoletos em Lodosa (Navarra, Espanha), onde cursou o ensino fundamental. Continuou o processo formativo em Fuenterrabia (Guipúzcoa, Espanha) —ensino médio e filosofia—, Monteagudo (Navarra, Espanha) —noviciado— e Marcilla (Navarra, Espanha) —teologia—.

Na última localidade emitiu a profissão solene, recebeu o ordem dos diáconos pelo dom Martin Legarra, agostiniano recoleto, em 1979, e a ordenação de sacerdote pelo dom José María Cirarda, arcebispo de Pamplona(Navarra, Espanha) em 1980.

Logo após ser ordenado padre, recebeu como primeiro destino o seminário Santo Agostinho de Valladolid(Espanha), que era também colégio de alunos externos. Santiago era ao mesmo tempo formador no seminário menor e professor para os alunos externos, limitada essa última ação ao ensino da religião e catequese. Durante oito anos exerceu o dupla ministério, formador e professor, com nobre empenho.

Em 1988 recebe um novo destino, o seminário São José de Lodosa (Navarra, Espanha), onde no momento os seminaristas da Província faziam o ensino médio e o curso prévio à universidade.

Santiago assumiu a máxima responsabilidade como formador dos seminaristas durante cinco anos, até o fechamento do seminário. Depois continuou na comunidade de Lodosa como professor de religião no colégio estadual Pablo Sarasate durante quatro anos a mais.

Depois do Capítulo Provincial de 1997 foi nomeado mestre de noviços no convento de Monteagudo (Navarra, Espanha), cargo que desempenhou durante nove anos. Durante todo esse tempo exerceu a responsabilidade com diversas notas próprias, tais como permanecer o tempo todo junto aos noviços, se entregar à formação deles sem reserva alguma e de um jeito muito perseverante.

Ninguém desconhecia a vontade de frei Santiago de ir para as Missões. Finalmente, em 2006 ele é destinado aoBrasil, mas não na Missão de Lábrea (AM) onde ele poderia ter almejado ficar, mas para a Casa de Formação Santo Agostinho do bairro da Barra do Ceará em Fortaleza (CE). Nesse local estava naquele momento a residência dos seminaristas brasileiros da Província de São Nicolau de Tolentino que cursavam a Filosofia.

Nessa comunidade Santiago foi prior e formador durante dois triênios, até que no 2012 é destinado á Paróquia de Santa Rita de Manaus (AM) como pároco e delegado da Província de São Nicolau de Tolentino no Brasil.

Pouco mais de quatro anos tinha exercendo essa função quando tem sido nomeado bispo da Prelazia de Lábrea(AM), em sucessão do agostiniano recoleto Dom Jesus Moraza Ruiz de Azua.

Os Agostinianos Recoletos chegaram em Lábrea em 1925. Todos os prelados e bispos dessa Prelazia brasileira tem sido agostinianos recoletos. Não é uma prelazia cobiçada desde um ponto de vista humano: o clima é tropical extremo; a extensão é enorme, uns 220.000 quilômetros quadrados, quase meia Espanha; as comunicações são unicamente pelos rios; a saúde e a educação apresentam índices muito baixos; Lábrea é um outro Brasil, de segunda ou terceira categoria.

Frei Santiago é bom conhecedor dessas difíceis circunstâncias nas quais vai ter que desenvolver a caridade pastoral, mas tem sido proposto e ele tem aceito. Devido a que a luz do tabernáculo tem iluminado ele pela noite durante muitas ocasiões, nesse momento isto tem acontecido com mais motivo.

Mas do mesmo jeito que sempre aceitou as responsabilidades e encomendas que lhe foram feitas e tem se jogado no cumprimento delas sem poupar nada, agora tem feito também assim após tanto treinamento prévio.

O próximo domingo 5 de junho frei Santiago vai ser consagrado bispo na catedral de Manaus (AM), e dom Sergio Eduardo Castriani, arcebispo da capital amazonense, vai ser o principal consagrante.

O novo bispo tem adotado como lema do seu episcopado uma sentença do Sermão 56,5.7 de santo Agostinho, que ilumina fielmente a ideia que movimenta sua vida religiosa e sacerdotal: “Faça-se em mim a vossa vontade, que eu não resista”.

A frase vai gravada no seu brasão formado por alguns elementos bem destacados: uma cruz e o livro-coração, típicos símbolos agostinianos, acima de um fundo de águas ondulantes (as águas do Purus, o rio principal da vida da Prelazia de Lábrea), e as cores verde e azul, as mais comuns na paisagem amazônica.

A Ordem dos Agostinianos Recoletos, e especialmente a Província de São Nicolau de Tolentino, sente se honradana pessoa de frei Santiago Sánchez Sebastián, em quem a Igreja tem posto os olhos para servir como bispo e pastor da Prelazia de Lábrea.

Parabenizamos ao frei Santiago pela confiança que o Papa Francisco tem colocado nele e oramos para que possa se gastar e desgastar no benefício do povo da Prelazia de Lábrea, que assim poderá ver no seu bispo um portador de esperança e luz evangélicas.

FONTE: http://www.agostinianosrecoletos.org/

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.requerido

*

* *