Dom Jesus escreve mensagem para dia de finados

Fazendo memória…

Uma data tão significativa como esta não pode passar em branco. Fazer memória de nossos antepassados, além de nos aproximar deles espiritualmente, nos compromete com sua história e sua caminhada. Eles nos precederam no seguimento de Jesus e nos animam a segui-lo! O amor que sentimos por eles nos mantém mais estreitamente unidos a eles, como participantes da mesma fonte de amor: “Deus é amor”.

A tristeza natural que todos sentimos pela separação de nossos seres queridos não chega a abalar-nos, pois a esperança da ressurreição oferecida por Jesus vence a tristeza… Nos angustia a perda deles, mas nos consola a esperança de recupera-los um dia junto ao Deus da Vida.

Quando oramos por nossos seres queridos e pedimos também sua intercessão junto ao Pai, superamos a barreira da morte e continuamos a relação possível entre os que estão vivos aqui e os que permanecem vivos junto ao Pai. Deus é Deus de vivos, não de mortos!

Nossos seres queridos não eram super-homens; tinham suas limitações e fraquezas como nós, mas a vida os foi purificando de suas imperfeições e aproximando-os cada vez mais daquele que se aproximou primeiro de nós, encarnando-se entre nós, assumindo a nossa mesma natureza humana…

Confiamos que no final de seus dias, todos os nossos seres queridos, tenham tido a oportunidade de se reconciliar com Deus por todas as suas imperfeições. As nossas orações, sacrifícios e exercícios de caridade, mesmo posteriores a sua morte, podem ter influenciado para que essa reparação possa ter-se realizado antes de eles morrerem. Para Deus não existe antes nem depois; para Ele é sempre “agora”, mesmo que para nós as coisas aconteçam antes, agora e depois…

Que nossos antepassados nos animem a permanecer firmes na mesma fé que eles professaram!

Que o exemplo de muitos deles, sua doação, seu serviço e dedicação aos outros, como Jesus, nos estimule a seguir seus passos e ser assim verdadeiramente felizes.

Que a alegria de Jesus esteja com todos vocês!

Dom Jesus Moraza – Bispo da Prelazia de Lábrea

 

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.requerido

*

* *