03 de Maio de 2017

Verbo Filmes em Lábrea prepara documentário sobre vida de Irmã Cleusa

Publicado por

No último dia 27 de abril de 2017 chegou a Lábrea os missionários da Congregação do Verbo Divino Padre Cirineu Kuhn, atual diretor da produtora católica Verbo Filmes acompanhado do seminarista Edilson Shinozaki para fazerem a cobertura das celebrações em memória do 32º ano do assassinato de Irmã Cleusa Carolina Rody Coelho a fim de executarem o projeto da REPAM (Rede Pan-Amazônica) em parceria com a SIGNIS Latino Americana e Verbo Filmes na produção de um documentário sobre a vida, missão e morte da Missionária Agostiniana Recoleta que entregou sua vida pela causa indígena à margem do Rio Paciá no dia 28 de abril de 1985.

O referido projeto justifica-se na premissa de que a Igreja Católica há centenas de anos vem atuando na Amazônia Legal, na defesa dos povos tradicionais da floresta. Com isso, a REPAM está apostando em uma série de documentários sobre a vida de lideranças católicas que atuaram na Amazônia, dentre essas, está a história da Missionária Irmã Cleusa. O projeto visa ouvir familiares/colegas de Cleusa (infância, juventude); Irmãs da Congregação Religiosa (Agostinianas Recoletas); Depoimentos de Indígenas e pessoas das comunidades locais da Prelazia de Lábrea; bispo e agentes qualificados para explicar como se deu a morte.

O documentário tem o objetivo de resgatar a história de vida de Irmã Cleusa, o seu trabalho e o espírito que a animava na causa de sua missão. Essa produção quer oferecer valor simbólico, educativo e comunicacional para as novas gerações, lideranças e agentes de pastoral da Igreja Católica da Pan-Amazônia.

A Verbo Filmes que tem mais de 30 anos fazendo documentários é a responsável pela parte técnica e profissional dessa produção. Assim auxiliados por uma equipe local foi realizado: entrevistas na cidade; visita à Escola Santa Rita (museu e quarto de irmã Cleusa); cobertura do tríduo e sarau de homenagem, caminhada de oração e Missa em memória de Irmã Cleusa; além de visitas as aldeias indígenas Copaíba e Japiim.

Os missionários retornaram para São Paulo no último dia 01 de maio de onde seguirão dando continuidade aos trabalhos no estado do Espírito Santo em Vitória, Cachoeiro e Barra do Itapemirim respectivamente. Foram 4 dias de intenso trabalho e contato com a simplicidade, carinho e acolhida do povo labrense que guarda na memória do coração o testemunho de Irmã Cleusa que encantou os missionários verbitas que levaram em sua bagagem marcas inesquecíveis dessa missão.

 

TEXTO: Marcelo Viana – Coordenador do COMIPA – LÁBREA

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.requerido

*

* *